LIBRE COM ALARMES DE HIPOGLICÉMIA, HIPERGLICÉMIA E CGM? AQUI ESTÃO TODAS AS SOLUÇÕES OFERECIDAS

This post is also available in: itItaliano

É inegável que o surgimento no mercado do sistema FGM (Flash Monitoring of Blood Sugar) FreeStyle Libre revolucionou de alguma forma a gestão da diabetes. Com o passar do tempo, em torno deste dispositivo médico, alguns projetos foram desenvolvidos com o objetivo de torná-lo um sistema CGM, para uma leitura contínua e não apenas “digitalização”, além de ter alarmes em caso de hiper ou hipoglicemia e eventual envio de dados à distância.

Talvez muitos não saibam foi que, a partir de 2007, em alguns países, a Abbott lançou um verdadeiro sistema CGM chamado FreeStyle Navigator II: leitura de cada minuto, alcance até 30 metros, uma calibração por dia, alarmes e um sensor que era trocado a cada cinco dias, mas que poderia durar ainda mais. Antes da aparecimento do algoritmo 505 da Dexcom , era o sensor mais preciso do mundo.

FreeStyle Libre

Antes de mostrarmos os principais projetos que giram em torno do FreeStyle Libre, resumiremos como o sensor é construído e como os dados são comunicados.

Do ponto de vista de medição simples, o FreeStyle Libre é semelhante aos outros sensores no mercado: ele lê os valores glicemicos do liquido intersticial, e mesmo que o usuário não verifique, armazena os dados coletados (por um período máximo de oito horas, por isso tem pouca memória ) e mostra-os num gráfico. Mas, ao contrário dos sensores em outras marcas (Dexcom ou Medtronic), o produto principal da Abbott usa tecnologia NFC ou Near Field Communication – uma tecnologia relativamente nova – que fornece conectividade com um alcance limitado de apenas alguns centímetros. Então, o desafio de transformar o Libre num CGM real foi recolher os dados e, em seguida, transmiti-los não por NFC, mas por Bluetooth depois de terem sido devidamente convertidos; Só assim o fluxo de dados seria maior. Por outras palavras, você precisa de um transmissor para manter-se ligado ao sensor.

LimiTTer

O primeiro a aparecer foi o LimiTTer, que requer habilidades e conhecimento técnico para poder fabricá-lo. Até o momento, o projeto mais discreto e leve com o LimiTer, para ter o Libre como CGM e com alarmes permanece o Armsmart, criado por Alessandro Vignolini.

BlueReader

Um projeto estudado há muito tempo e que já entrou na fase de produção é o da alemã Sandra Keßler. O seu BlueReader é baseado no princípio do LimiTer, incorporado numa caixa macia.

Ele funciona com Android e iOS, e pode ser feita a pré-encomenda aqui.

SweetReader

Um projeto alemão que é feito manualmente e somente a pedido.

Sony com GlimBee

A solução que permitiu que muitos dormissem tranquilamente, com o Libre como um CGM real com alarmes. Através de um procedimento especial e do invólucro apropriado, o smartwatch transforma-se num transmissor que permite leituras contínuas, alarmes e envio de glicose no sangue, também visíveis no portal criado pelo DeeBee.it. Tudo em um ambiente Android usando Glimp, o aplicativo tão amado por aqueles que trazem o Libre e parceiro da DeeBee.

BluCon

O dispositivo, projetado na Califórnia pela empresa Ambrosia Systems, conquistou muitos pela sua discrição e facilidade de uso. Mantido em contato com Libre usando, por exemplo, uma banda como a Blucon DEEfender, transmite os níveis de glicose no sangue a cada cinco minutos para um smartphone (iOS ou Android), legível através da própria app LinkBluCon

Como alternativas à aplicação oficial fornecida pela empresa, que parece embrionária e não muito funcional, a escolha recai nas seguintes apps:

  • Glimp que nas suas versões mais recentes já tem integrado o BluCon. O aplicativo é apenas para  Android e não precisa de nenhuma configuração para “ler” os dados enviados.
  • xDrip+
  • A mais recente mas já muito apreciada Spike, apenas para iOS.

Muitas pessoas usam já vários modelos de smartwatch ou o Apple Watch para ter a glicémia no pulso.

Miao Miao

O projeto, já à venda na China, deve chegar em breve à Europa e ao resto do mundo. É mais largo, mas um pouco mais fino que o BluCon.

T-Mini

O projeto de Marek Macner nasceu na Polónia, onde começou a trabalhar em setembro de 2016 para criar um dispositivo para emparelhar o FreeStyle Libre. As várias fases do projeto levaram à melhoria e ao aumento da miniaturização, passando de um protótipo muito pesado, a um dispositivo, onde cabe, num espaço muito pequeno, tudo o que é necessário para ter o Libre como um CGM real.

A versão mais recente e elaborada está à venda aqui.

LBriduino

Ainda na fase de estudo e programação esta solução é muito artesanal, mas vale a pena seguir os desenvolvimentos futuros.

O que comprar?

Na realidade, como muitas vezes acontece, não há uma resposta inequívoca a esta questão, uma vez que cada sistema tem seus prós e contras.
Se você está familiarizado com soldadura e gosta de pôr “mãos à obra”, o Armsmart é uma solução económica e confortável a considerar. Se deseja encontrar um equilíbrio entre o custo e a facilidade de uso, então o T-Mini é para si; O aspecto negativo é o período de divulgação muito curto desta solução: ainda está em fase de melhoramento.
Se preferir uma solução já finalizada e pronta a usar, poderá optar pelo BluCon com o aplicativo Glimp.
No final, o custo, o desempenho, a durabilidade ou a capacidade de uso são apenas alguns dos critérios que todos avaliam para a escolha possível.
Todos esses dispositivos, incluindo os vendidos, permanecem não oficiais e não autorizados, tanto no hardware como no software.

 

Tradução: Alexandre Silva

©Riproduzione riservata
Print Friendly, PDF & Email

Vuoi parlare con le centinaia di amici che hanno già sperimentato le soluzioni proposte su DeeBee.it? Vuoi fare qualche domanda su un argomento specifico per conoscere le opinioni ed i suggerimenti di chi ci è già passato? Vuoi suggerire tu qualcosa dicendo la tua?
Non devi fare altro che iscriverti nel gruppo Nightscout Italia ed otterrai risposta ad ogni tua domanda!
Enjoy!

Ti potrebbero interessare anche...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *